Havana – Cuba

Olá, depois de muito pensar, decidi criar este espaço para partilhar um pouco das viagens que já fiz e dar dicas de elaboração de roteiros e coisas afim. Para inaugurar o blog,  escrevi sobre a minha ida para Cuba em novembro de 2011. A viagem teve como objetivo  apresentar um trabalho em um evento de Psicologia da Saúde. Nos dias livres, tive a oportunidade de conhecer Havana e nas próximas linhas descreverei um pouco do que vi.

COMO CHEGAR: Existem vôos da Copa Airlines , saindo do Rio de Janeiro, de São Paulo e de Belo Horizonte e com conexão no Panamá. Também existem vôos da Lan Airlines, que saem do Rio de Janeiro com conexão no Peru.

TARJETA DEL TURISTA: É obrigatório. Pode ser comprada no Brasil, no guichê da Copa Airlines. No Rio de Janeiro, quando fui fazer o check in, perguntaram se eu já tinha a tarjeta. Como não tinha, comprei ali mesmo por 35 reais. Se você não comprar no Brasil, existe a opção de comprar no Panamá, local de conexão da Copa Airlines. Quem vai de Lan Airlines, faz escala em Lima (Peru) e pode fazer a compra lá também. Mantenha a tarjeta de turismo com você até a saída do país, pois ela é recolhida pelos funcionários da alfândega.

SEGURO SAÚDE: Não me pediram, mas é aconselhável levar. Também é necessário a apresentação do Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP), porém também não me pediram.

ASSÉDIO: 95% dos cubanos que abordam os turistas, é pra oferecer algo. No meu primeiro dia andando sozinho pelo Malecón (que é o calçadão da ‘praia’), um músico cubano me abordou e foi caminhando ao meu lado, mesmo eu não querendo. No final, depois de rejeitar rum, charuto e até o próprio fumo, ele me pediu 5 CUC’s. E eu dei.

DINHEIRO: Euro é a melhor opção. Assim que cheguei em Havana, fiz o câmbio a 1,32 CUC’s por 1 Euro. Não pense em levar Dólar, se não você perderá 10% do dinheiro no câmbio. Para acompanhar a cotação da moeda local, basta entrar aqui http://www.cubacurrency.com. Assim que chegar, já troque uma boa quantidade de dinheiro no aeroporto. Se precisar fazer câmbio depois, em cada quadra da cidade tem uma cadeca, que são as casas de câmbio.

ESTADIA: Cuba é famosa por suas ‘casas particulares’, que são casas de cubanos autorizadas pelo Governo que recebem turistas. A lista de casas familiares credenciadas a receber turistas está em casaparticularcuba.org. As diárias custam cerca de 30 CUCs e o café da manhã geralmente é pago a parte, por mais 2 ou 3 CUCs. Quem não quiser ficar em casa particular, indico o Hotel Saint Johns. Fica em Vedado, a 2 quadras do Malecon, na rua do Hotel Nacional (o mais famoso de Havana). Fiz a reserva direto do Brasil e paguei 272 reais por 5 diárias, já com a taxa do site Decolar. Se eu fosse pagar lá, seria quase o dobro. É um ótimo hotel, barato e muito bem localizado. Detalhe, quando você passa pela imigração, é preciso dizer onde vai ficar, por isso é importante já sair do Brasil com a estadia definida. Me perguntaram, mostrei a reserva e o endereço do hotel e fui liberado.

ALIMENTAÇÂO: Na rua do hotel em que fiquei hospedado, tinham várias opções, mas eu comia no Le Cortijo. Grande variedade de pratos, de 4,50 a 8 CUC’s. Sobre as cervejas, tem Cristal e Bucanero que são tipicamente cubanas. Dependendo do lugar, paga-se 1 ou 1,50 CUC’s. Eu achei a Bucanero mais forte, mas a Cristal é a melhor na minha opinião.


TÁXI: Aeroporto – Vedado me custou 25 CUC’s. Os táxis turísticos ou os táxis oficiais são os amarelos e são carros novos (eu, no caso, fui de Mercedes pro hotel). Eles têm tarifas de taxímetro que devem ser pagas em CUCs; paga-se a distância, não o tempo de viagem. Para viagens mais longas, pode negociar uma tarifa fixa, que foi o meu caso. Também tem os táxis ‘não oficiais’ que são carros antigos e clássicos, mas em bom estado de conservação. Quando eu precisava ir para longe, eu só andava em um Lada, que cheirava a combustível e parecia que ia explodir a qualquer momento. Foi uma experiência bem interessante, pode-se assim dizer.

O Cocotaxi também é uma opção barata para se andar pela cidade.

PONTOS TURÍSTICOS:

  • Museu de La Revolucion

- A entrada no museu custa 8 Cuc’s. Lá você encontra um acervo com objetos e documentos que contam sobre a chegada de Fidel Castro e Che Guevara à capital.

  • Heladeria Coppelia

- Esta sorveteria foi o local de filmagens de Fresa y Chocolate, famosa película cubana. Turistas não podem consumir o sorvete no mesmo local que os cubanos, por isso, há um pequeno trailer ao lado de fora que vende o sorvete para os visitantes. Paguei 3 CUCs por duas bolas de sorvete com cobertura.

  • La Bodeguita del Medio

- Fica no centro de Havana e é um dos bares mais famosos da cidade. Local ideal para se tomar Mojito e outros drinks à base de rum cubano.

  • Malecón

- Local onde os turistas se aglomeram para observar o espetáculo do pôr-do-sol enquanto os locais pescam, dançam e tocam músicas. Vale a pena tirar uma tarde para caminhar por uma parte de sua grande extensão.

  • Real Fábrica de Tabacos Partagás

- A mais antiga fábrica de Cuba foi fundada em 1845 por Dom Jaime Partagás Ravelo. A qualidade do fumo é excepcional, pois seu fundador foi um dos primeiros em estudar as técnicas para melhorar a produção, especialmente na área de fermentação. Quando eu fui, só consegui visitar a loja da fábrica, pois a parte da produção estava em obras. Se for comprar charutos, não compre lá, pois é um dos lugares mais caros.

  • El Capitolio

- Foi a sede do governo de Cuba após a Revolução Cubana em 1959, e atualmente é a sede da Academia Cubana de Ciências. Quando estive em Cuba, não pude visitar, pois estava em reforma.

  • Plaza de la Revolución

- Local de grande importância histórica de Cuba, a Praça da Revolução emana a forte energia resultante da revolução comunista na ilha. Situada na parte moderna da cidade, ou Havana Moderna, a praça é um dos maiores emblemas cubanos e palco de grandes manifestações populares.

  • El Museo del Ron Havana Club

- Localizado na zona colonial de Havana e possuindo três andares, o museu informativo descreve a rica história do rum, bem como o processo de produção, todo o caminho da cana de açúcar até o seu engarrafamento através de uma procissão de tambores e prensas.

  • Monte de las Banderas

- Um protesto ao imperialismo americano feito pelo governo cubano. Este monumento fica em frente a embaixada dos EUA.

Existem outros pontos turísticos na cidade, é tudo muito histórico. É praticamente uma viagem ao passado. Com certeza foi a melhor viagem que já fiz em minha vida. No mais, eu ia a pé para todo lugar em Havana. Vez ou outra um cubano abordava, mas era só dizer que não queria charuto e agradecer, que eles se afastavam ou conversavam sobre outro assunto. Quando sabem que você é brasileiro, sempre falam das novelas. É um povo muito simpática, que gosta de conversar bastante.

TAXA DE SAÍDA: Reserve 25 CUC’s para pagar a taxa de saída no aeroporto. A taxa é paga depois que é feito o check-in, no qual irão carimbar o seu cartão de embarque, em um guichê que ao lado da entrada da alfândega.

TELEFONE E INTERNET: Não usei telefone quando estive em Havana, mas para quem deseja, é possível comprar um cartão telefônico nos postos de Telepunto e Minipunto. Já para usar a internet, eu ia até o Hotel Nacional e pagava 10 CUC’s para usar o computador por uma hora. Detalhe, a velocidade da internet é bem lenta.

CHARUTO E RUM: Quando você for a Cuba e quiser trazer umas garrafas de Havana Club, aconselho a comprar no free shop na volta, por ter os melhores preços. E para comprar charutos, o que não falta é opção em Havana. Tem desde os mais simples e baratos, aos mais caros e históricos. Vai de acordo e com o gosto do freguês. Lembre-se que o máximo permitido por lei são duas garrafas de rum e duas caixas de 25 charutos por passageiro.

Algumas outras fotos de Havava: http://www.flickr.com/photos/froguete/sets/72157628081990249/

Bem, é isso. Espero ter passado o máximo de informação possível. Qualquer dúvida, é só entrar em contato.

About these ads
Categorias: Viagens | Tags: , , , , , , , | 8 Comentários

Navegação de Posts

8 opiniões sobre “Havana – Cuba

  1. Tatiane Fernandes

    a fotografia tá show!!!

  2. Ivy

    Muito bom o blog, riqueza em informações e fotografia. Parabéns.

  3. Morria e não sabia desse blog. Adorei o texto!

  4. Vai ser muito útil, Well. Quero muito ir para Cuba, Beijinho

  5. Alcir Dorigatti

    Estou indo daqui 8 dias! Voce foi muito útil desde o inicio! Muito obrigado!

  6. Maurício

    Muito boa página. Ajudará muito. Grato!

  7. Fernanda

    Valeu macaco louco.

  8. Dermeval

    Muito bom! Parabéns pela objetividade e pelas dicas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com. O tema Adventure Journal.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: